3 de Março de 2009
Por José Manuel Costa

Dizem que o sucesso do mais recente fenómeno da comunicação digital reside na sua simplicidade. De facto, o Twitter parece obedecer à lógica do mínimo esforço possível. Ou melhor, do mínimo de escrita possível…

 
Cada “tweet” não pode ter mais de 140 caracteres, os suficientes para que o autor consiga cativar os seus “seguidores”, que podem ser meia dúzia, e pertencer a um grupo tão restrito como a família e amigos, ou então milhares, tendo o universo como limite para a sua audiência. Exagero? Não, basta para isso ver os twitters de Barack Obama ou da Britney Spears, que serão literalmente acompanhados ao minuto pelo mundo inteiro.
 
Trata-se de uma ferramenta de comunicação tão simples e acessível que a sua utilização é um prazer constante e até mesmo viciante, dizem alguns.
 
No entanto, há quem veja no Twitter uma plataforma de comunicação bastante eficaz, estando a utilizá-la com fins profissionais. Alguns políticos já o fazem, assim como personalidades dos mais diversos quadrantes da sociedade. Muitos jornalistas, por exemplo, já recorrem ao Twitter como mais um meio de comunicação. 
 
Em Portugal, políticos como Hermínio Loureiro (PSD), Pedro Mota Soares (CDS), Agostinho Branquinho (PSD), António Galamba (PS), Helena Pinto (BE) ou António Filipe (PCP) já se deixaram apanhar pela febre do Twitter.   
 
Quem também já entrou no mundo do Twitter foi o Grupo GCI, que a partir de agora pode ser “seguido” por todos aqueles que estiverem interessados em acompanhar os “tweets” dos seus consultores.
 
Categorias: , ,

| ... e mais assim! | partilhar

2 comentários:
De Miguel Albano a 3 de Março de 2009 às 21:51
Caro JMC,

é sempre um enorme prazer ver as consultoras de comunicação a adoptarem estas novas e fantásticas ferramentas de interacção e comunicação.

Bem-vindos ao Twitter.


Cumprimentos,
Miguel Albano
http://twitter.com/malbano


De E-goi a 30 de Abril de 2009 às 11:47
Com a crise que atravessamos as plataformas de comunicação são um excelente meio na medida que apresentam um retorno em relação ao investimento muito elevado.
Deixo-vos aqui um excelente exemplo:o E-goi


Comentar post

Perfil
Pesquisa
 
Artigos recentes

Confiança – um longo cami...

Os projectos que derrotam...

Nutrition Awards: renovaç...

GPA Brasil: nova edição a...

Portugal, Brasil e as par...

Integração

Expansão lusófona

Economia Verde: o novo pr...

Cooperação brasileira

Dan Edelman (1920-2013)

Ligações
Arquivo

Janeiro 2015

Junho 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Categorias

todas as tags

Subscrever feeds