12 de Maio de 2010
Por José Manuel Costa

Angola, Argélia, Egipto, Nigéria, África do Sul, Tunísia, Líbia e Marrocos. Pelas minhas contas, estes são os oito países africanos com pavilhão próprio na Expo 2010, em Xangai.

Deste oito destaco as presenças de Angola, África do Sul e Nigéria. O pavilhão angolano tem como lema “Nova Angola, Vida Melhor” e ocupa um espaço de 5.000 metros quadrados. Lá dentro, o país promove as suas invejáveis capacidades e potencialidades económicas, financeiras, culturais e turísticas.

A comitiva angolana aposta no acelerado crescimento económico dos últimos anos – realçado pelos novos e ainda mais animadores números previstos para este ano – para convencer os visitantes a passarem pelo pavilhão. O objectivo é muito ambicioso – sete milhões de visitantes. Na Expo 2008, em Saragoça, o pavilhão angolano recebeu quatro milhões de visitantes.

O pavilhão de Angola fala de urbanismo e, sobretudo, de habitação. Construção, novas tecnologias e História de Angola são outros dos pontos altos do espaço. Aqui nota-se uma diferença significativa, em termos de conteúdos e temas, em relação a outras exposições mundiais. Aliás, também as presenças nigeriana e da África do Sul possuem esta característica de mudança.

Um dado importante. Em Julho, a comitiva angolana organizará jornadas de negócios entre empresários angolanos e chineses. A Expo, como é óbvio, é mais que um evento cultural. É uma feira, sobretudo, de negócios. Globais.

Já o pavilhão nigeriano tem três eixos: um que coloca a Nigéria como a West African Coast (onde é que já vi isto?), outro que dá conta e elogia o clima de paz que vive no país; e outro ainda que tem como tema principal os negócios.

A Nigéria – que faz parte dos Next Eleven identificados pela Goldman Sachs – tem uma das economias, a par de Angola, que mais cresce no mundo. E será, em pouco tempo, uma potência. Uma grande potência global.

Finalmente, a África do Sul. É um pavilhão sóbrio e simples. Provavelmente, um contraste do próprio país. Ainda assim, merece ser visitado, apesar da Expo 2010 ter sido relegada para uma segunda prioridade, depois do Mundial 2010. É pena, até porque seria uma boa forma de divulgar o próprio Mundial e o esforço feito pelo Governo sul-africano em proporcionar mobilidade e qualidade de vida às suas principais cidades. Afinal, este é "o" tema da Expo.

No total, são 42 os países africanos que estão presentes em Xangai – quase o dobro dos 22 que marcaram presença em Saragoça. Uma das atracções da Expo, na minha opinião, é a capacidade que nós, visitantes, temos de perceber as mudanças na mentalidade dos países que nela participam de dois em dois anos.

É também a melhor forma de nos mantermos actualizados com o que se passa no mundo. E mais do que os pavilhões dos países europeus ou norte-americanos, é nos países africanos e sul-americanos que esta nova expansão económica e de mentalidade se nota.

Vejam aqui o que de melhor tem esta Expo, na escolha do Público.


| ... e mais assim! | partilhar

Perfil
Pesquisa
 
Artigos recentes

Confiança – um longo cami...

Os projectos que derrotam...

Nutrition Awards: renovaç...

GPA Brasil: nova edição a...

Portugal, Brasil e as par...

Integração

Expansão lusófona

Economia Verde: o novo pr...

Cooperação brasileira

Dan Edelman (1920-2013)

Ligações
Arquivo

Janeiro 2015

Junho 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Categorias

todas as tags

Subscrever feeds