20 de Maio de 2010
Por José Manuel Costa

A crise económica e as tragédias climáticas, o pânico das bolsas e aquele vulcão islandês de nome impronunciável tiraram da agenda alguns dos temas que estariam, de caras, reservados para o debate público.

Refiro-me, por exemplo, aos temas das inclusão social e da biodiversidade. É que 2010 é, paralelamente, o Ano Europeu de Combate à Pobreza e à Exclusão Social e o Ano Internacional da Biodiversidade.

Em Portugal, os temas foram lançados para discussão durante a sessão pública de apresentação do Green Project Awards. Pode recuperá-la neste post.

Dentro de dias, os temas voltarão para a agenda portuguesa durante a segunda etapa do GPA Roadshow 2010, mais propriamente no Almada Sustentável. Sim, durante quatro dias – de 25 a 29 de Maio – Almada será a capital da sustentabilidade.

Desta iniciativa destaco as conferências “Biodiversidade: respostas para um desafio global” (dia 27 de Maio das 9h30 às 13h) e o encontro “Perspectivas e Contributos para a Inclusão Social” (dia 25 de Maio das 14h30 às 18h).

Podem inscrever-se no site do GPA Roadshow, clicando aqui.

 

Da primeira conferência destaco algumas intervenções que irão (presumivelmente) explicar como esta gestão da biodiversidade foi utilizada, com sucesso, para garantir e gerar mais negócio.

Recordo aqui, por exemplo, um dos lemas do banco Standard Chartered: liderar pelo exemplo, para alcançarmos um crescimento económico sustentável, protegendo o ambiente e contribuindo positivamente para as sociedades onde vivemos e trabalhamos.

 

Já o disse aqui e repito. A sustentabilidade ambiental não funciona se não for – paralelamente – social e económica. Muito importante: económica.

A biodiversidade local e a ecologia urbana não foram esquecidas – o que realçará o carácter local – passo a repetição – e de “cidade sustentável” do Almada Sustentável – passo novamente a repetição.

Destaco também o encontro sobre inclusão social. A luta contra a pobreza e a exclusão social ganha, nesta época de austeridade em que nos encontramos, uma dimensão (ainda) mais importante.

Equidade, solidariedade, cidadania, empreendedorismo social ou responsabilidade das empresas e sociedade civil serão alguns dos assuntos abordados neste encontro.

Segundo explicou o Banco Alimentar contra a Fome aquando da sua grande recolha de alimentos de Novembro passado, em 2008 foram distribuídos um total de 17.500 toneladas de alimentos, o que equivale a uma média diária de 69,6 toneladas. Estes são números bastante relevantes para a realidade portuguesa.

Biodiversidade, inclusão social e economia. Conciliar o desenvolvimento económico com a preservação ambiental e o fim da pobreza é um dos conceitos base do desenvolvimento sustentável, tal como lhe chamou o relatório Brundtland. É bom não esquecer.


| ... e mais assim! | partilhar

1 comentário:
De maduca a 22 de Maio de 2010 às 16:53
Oi visite o meu blog de design-consumo e meio ambiente, obrigado desde já.


Comentar post

Perfil
Pesquisa
 
Artigos recentes

Confiança – um longo cami...

Os projectos que derrotam...

Nutrition Awards: renovaç...

GPA Brasil: nova edição a...

Portugal, Brasil e as par...

Integração

Expansão lusófona

Economia Verde: o novo pr...

Cooperação brasileira

Dan Edelman (1920-2013)

Ligações
Arquivo

Janeiro 2015

Junho 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Categorias

todas as tags

Subscrever feeds