1 de Julho de 2010
Por José Manuel Costa

Um auditório do Infarmed completamente cheio apadrinhou ontem, ao final da tarde, a primeira entrega de prémios dos Nutrition Awards, um projecto organizado pelo Grupo GCI e pela Associação Portuguesa dos Nutricionistas (APN).

A meu ver, este projecto já é vencedor. E, a avaliar pelos discursos de ontem, também os meus colegas da organização, parceiros e até o júri, que se mostrou “surpreendido” pela quantidade e qualidade de trabalhos e projectos que avaliou, também pensam o mesmo.

Estão de parabéns todos os nomeados e premiados (podem aceder aqui à lista, inclusive com o resumo dos projectos)

E reviver a cerimónia de ontem no twitter do Nutrition Awards.

Como ontem anunciei, os Nutrition Awards vão voltar em 2011. A apresentação pública voltará a ser no mês de Outubro, mas num formato diferente, em forma de conferência.  E, a seu tempo, outras novidades serão anunciadas.

Ontem, o secretário de Estado da Saúde, Manuel Pizarro, falou de um vasto conjunto de ameaças relacionadas com a nutrição e saúde, da hipertensão aos diabetes e à cada vez mais falada questão da obesidade.

“[Estas questões] estão todas relacionadas com o nosso estilo de vida”, revelou então, elogiando também a pertinência dos Nutrition Awards. Também Isabel Baptista, coordenadora do núcleo de Educação para a Saúde e Acção Social Escolar, explicou que os objectivos dos Nutrition Awards coincidem com os do Ministério de Educação, ou seja, “identificar boas práticas na saúde e nutrição”.

São estas opiniões imparciais que nos dão cada vez mais vontade de desenvolver projectos como este. A solução para melhorarmos a nutrição e saúde dos portugueses, não me canso de dizer, passa por todos os stakeholders, da sociedade civil à comunidade empresarial e líderes de opinião.

Só com ajuda de todos os stakeholders – a sua colaboração e desenvolvimento de ideias comuns – esta emergência e pertinência do tema de nutrição conseguirá ser mais relevante no nosso dia-a-dia. E isso, como pude assistir ontem, já os Nutrition Awards conseguiram.

Finalmente, uma palavra para a apresentação de Pedro Graça. Quando o coordenador da Plataforma contra a Obesidade da Direcção-Geral de Saúde refere o papel importantíssimo da comunicação – em todo o processo que está entre o ponto de partida da investigação até ao momento em que se toma uma decisão ao nível da nutrição e saúde – sei que os Nutrition Awards não só são relevantes como indispensáveis para um futuro mais saudável. E não deixa de ser mais um alento para a edição de 2011.

 

Ou, como foi dito na cerimónia, se não fossem os Nutrition Awards muitos dos bons projectos desenvolvidos nestas áreas ficariam esquecidos ou nos passariam ao lado. E esta é uma realidade que os nossos talentos não mereceriam.


| ... e mais assim! | partilhar

Perfil
Pesquisa
 
Artigos recentes

Confiança – um longo cami...

Os projectos que derrotam...

Nutrition Awards: renovaç...

GPA Brasil: nova edição a...

Portugal, Brasil e as par...

Integração

Expansão lusófona

Economia Verde: o novo pr...

Cooperação brasileira

Dan Edelman (1920-2013)

Ligações
Arquivo

Janeiro 2015

Junho 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Categorias

todas as tags

Subscrever feeds