7 de Setembro de 2010
Por José Manuel Costa

“Na implementação de estratégias de responsabilidade social e de sustentabilidade a GCI é imbatível. Pergunte ao mercado e este dir-lhe-á que a GCI é a consultora portuguesa mais especializada nestes temas, que se têm tornado nucleares nas estratégias empresariais”.

Quando há uns meses publicámos este texto no novo site da GCI, como descritivo da nossa expertise em CSR & Sustainability, recebi alguns comentários interessantes, que realçavam a forma peremptória como o afirmávamos e a respectiva confiança.

Bom, é verdade que de confiança percebemos nós (vejam o Edelman Trust Barometer Portugal), mas não posso deixar de corroborar, hoje, a veracidade da frase.

Posso, porém, fazer um apanhado do que fizemos para chegar a esta posição de liderança. Há quase seis anos, quando a GCI entrou em força na área da sustentabilidade, fizemos um forte investimento.

A todos os níveis.

Não acredito em fórmulas mágicas para atingir o sucesso. A competência, a experiência, a coerência e a consistência não nascem da noite para o dia. É preciso amadurecer para colher os resultado dessa competência.

Recuando todos estes anos, consigo ver claramente que conquistámos o respeito dos nossos pares, parceiros e restantes stakeholders. Participámos em inúmeros projectos de envergadura nacional e internacional, crescemos profissionalmente a olhos vistos, evoluímos na qualidade e diversidade dos nossos trabalhos.

Foram inúmeros os projectos trabalhados, é certo, mas não perdi a conta aos que desenvolvemos ou implementámos. Aos que criámos de raiz ou que entrámos a meio. Não esquecer é a melhor arma para melhorar.

Há um momento, porém, que considero fundamental no percurso da GCI na sustentabilidade: os inputs e conselhos que recebemos dos nossos parceiros, que foram e são fundamentais para alicerçar esta relação de confiança com todos os nossos stakeholders.

Acredito que a especialização num determinado tema, qualquer que seja a indústria, só é possível através de um aconselhamento mais técnico. Foi isso que procurámos nos ensinamentos dos nossos parceiros.

Ontem apresentámos o Green Savers, um projecto que estamos a delinear há algum tempo e que vem reforçar a nossa aposta na área dos conteúdos e numa visão global de Public Engagement.

Acredito que este é mais um passo para continuarmos a inovar nesta área, mas continuo a afirmar, como já o fiz antes: isto ainda é só o início…


| ... e mais assim! | partilhar

Perfil
Pesquisa
 
Artigos recentes

Confiança – um longo cami...

Os projectos que derrotam...

Nutrition Awards: renovaç...

GPA Brasil: nova edição a...

Portugal, Brasil e as par...

Integração

Expansão lusófona

Economia Verde: o novo pr...

Cooperação brasileira

Dan Edelman (1920-2013)

Ligações
Arquivo

Janeiro 2015

Junho 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Categorias

todas as tags

Subscrever feeds