23 de Setembro de 2008
Por José Manuel Costa

Uma nova “velocidade” para a cidade de Lisboa

 
Amanhã será discutida na Câmara de Lisboa a introdução, em 2009, das ciclovias, incentivo e sensibilização no uso das bicicletas. Um projecto que seguramente contribuirá para a sustentabilidade e mobilidade na cidade das sete colinas.
 
Acompanharemos assim cidades europeias como Paris, Lyon, Barcelona e Sevilha.
 
Actualmente, em Paris, as ciclovias totalizam 371 km, sendo este sistema utilizado especialmente para pequenas viagens, complementando os transportes públicos, ou até mesmo como alternativa ao uso dos carros.
 
A distância entre cada estação é de 300 m – 4 vezes mais frequentes do que as estações de metro – localizadas perto de centros de interesse: lojas, áreas residenciais e de escritórios e, cumprindo as restrições impostas pelo corpo de arquitectos franceses, perto de monumentos históricos.
 
 
 
Integração urbana das estações
 
O mobiliário das estações foi escolhido após consulta junto da Commission du Mobilier Urbain. As dimensões do mobiliário mereceram especial atenção, de modo a integrarem a paisagem urbana de Paris, a sua estética, e cumprindo as guidelines sobre acessibilidade de espaços públicos.
 
As estações Vélib foram alvo de estudo por parte da APUR (Atelier Parisien d’Urbanisme) e a sua localização aprovada pelo Dep. de Arquitectura da Câmara, evitando-se a sua colocação perto de monumentos históricos.
 
Medidas para fomentar a utilização de bicicletas:
 
  • O nº de “ciclistas” tem vindo a crescer tendo aumentado 48% entre 2001 e 2006. Estes resultados foram atingidos pela criação de novas ciclo vias e percursos, assim como zonas 30 km/h (green quarters);
  • A Câmara Municipal de Paris também criou uma comissão especial  composta pelas várias associações e organismos interessados (polícia municipal, autoridades de transportes locais, etc), que se dedicam a esta temática;
  •  “Paris respira”, participação no “Dia das Bicicletas”, ou o fornecimento gratuito de bicicletas durante o festival de arte contemporânea Nuit Blanche, são alguns exemplos de iniciativas que têm sido promovidas.
 
Características do sistema:
 
  • Bicicletas seguras e fáceis de utilizar feitas com componentes de elevada qualidade, mas resistentes – já que são utilizadas entre 10 a 15 vezes dia (pesam 22 kg, enquanto uma bicicleta “normal” seria 18 kg);
  • Controlo das bicicletas é feito por veículos também ecológicos; a água utilizada na sua manutenção é água das chuvas, desmineralizada, não utilizando por isso detergentes também agressivos ao ambiente;
  • 99% das bicicletas são recicláveis.
Velib em números:
 
  • 1980 mil pessoas com passe anual;
  • 3.5 milhões de pessoas já utilizaram as bicicletas;
  • JCDecaux investiu 80 milhões de euros;
  • 20.600 bicicletas em circulação, distribuídas por 1.451 estações;
  • Disponível 24 horas / 7 dias da semana;
  • 400 colaboradores JCDecaux garantem a viabilidade deste sistema.
LYON – VÉLO’V
 
  • Lançada em 2005 foi um sucesso instantâneo: ao fim de um ano, contava com 60.000 subscritores e 15.000 utilizações/dia;
  • 250 estações e 3000 bicicletas, VELO’V deu um contributo importante para o aumento da utilização deste meio de transporte em 45%;
  • Aumento da qualidade de vida: evitada a emissão de 2.400 toneladas de cO2. 
LUXEMBURGO – VEL’OH
 
  • Apenas 3 meses após o seu lançamento, é já um sucesso contando com 2.030 subscritores anuais;
  • Em média as bicicletas são utilizadas 406 vezes ao dia;
  • Em comparação com cidades com a mesma população e com um sistema semelhante, Luxemburgo conta com 10% de subscrições anuais nos primeiros 3 meses de funcionamento. 
Uma Vélib por Lisboa!
Categorias: ,

| ... e mais assim! | partilhar

Perfil
Pesquisa
 
Artigos recentes

Confiança – um longo cami...

Os projectos que derrotam...

Nutrition Awards: renovaç...

GPA Brasil: nova edição a...

Portugal, Brasil e as par...

Integração

Expansão lusófona

Economia Verde: o novo pr...

Cooperação brasileira

Dan Edelman (1920-2013)

Ligações
Arquivo

Janeiro 2015

Junho 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Categorias

todas as tags

Subscrever feeds