4 de Janeiro de 2011
Por José Manuel Costa

Duas capitais europeias e cerca de 2200 quilómetros separam Lisboa e Londres, cidade que hoje enfrentam diferentes etapas na sua rota para o futuro sustentável.

 

Em Lisboa, queremos tirar os carros das ruas e passeios da cidade. Em Outubro de 2009, a Carris lançou o movimento Menos Um Carro, uma iniciativa pela mobilidade sustentável que aglutinou diferentes stakeholders com interesses neste tema.

 

O desafio é tremendo, mas os primeiros resultados são surpreendentes.

Pela primeira vez em vários anos, em 2009 o número de veículos a entrar em Lisboa foi menor que no ano anterior.

 

Esperemos agora que os resultados de 2010 reforcem estes primeiros dados e que este seja o início de uma verdadeira mudança de mentalidades, que traga outros stakeholders para este desafio. E que outras medidas sejam tomadas para incentivar a mobilidade sustentável.

 

Medidas, por exemplo, como as que foram tomadas em Londres nos últimos anos (uma delas, o sistema público de partilha de bicicleta, está prestes a ser uma realidade em Lisboa).

 

A capital britânica, ainda assim, tem outro grande desafio para 2012, ano em que receberá os Jogos Olímpicos: incentivar os seus habitantes e os turistas previstos para esse Verão a optarem, sempre que possível, por andarem a pé ou de bicicleta, evitando não só trazer o seu carro para o centro como, inclusive, utilizar os transportes públicos, sobretudo as grandes estações de metro,comboio ou autocarros.

 

Isto porque, de acordo com o The Telegraph, uma pesquisa da Olympic Delivery Authority e da Transport for London revelou que o sistema de transportes londrino estará sobrecarregado em Julho e Agosto do próximo ano, o que pode provocar alguns riscos para o sucesso dos Jogos.

 

Estamos, assim, perante uma excelente oportunidade para mais uma mudança de mentalidade dos londrinos.

Também a capital britânica recorrerá à comunicação para informar os seus habitantes desta situação, contribuindo a nossa indústria para a mudança de mentalidades neste curto período de dois meses. Um desafio exigente.

 

Os problemas relacionados com os transportes são considerados hoje como a maior ameaça ao sucesso dos Jogos. E isto diz muito da dimensão do desafio da mobilidade sustentável em todas as cidades globais e da sua relação não só com o bem-estar físico dos seus habitantes, mas com a produtividade e crescimento económico de uma metrópole.


| ... e mais assim! | partilhar

Perfil
Pesquisa
 
Artigos recentes

Confiança – um longo cami...

Os projectos que derrotam...

Nutrition Awards: renovaç...

GPA Brasil: nova edição a...

Portugal, Brasil e as par...

Integração

Expansão lusófona

Economia Verde: o novo pr...

Cooperação brasileira

Dan Edelman (1920-2013)

Ligações
Arquivo

Janeiro 2015

Junho 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Categorias

todas as tags

Subscrever feeds