16 de Novembro de 2011
Por José Manuel Costa

Angola vai deixar de ser membro observador da Agência Internacional de Energias Renováveis, a Irena, para ser membro efectivo da organização, anunciou esta semana a imprensa angolana. A decisão foi tomada no domingo em Abu Dhabi, onde se encontra a sede da Irena, e é mais uma grande notícia para a economia e desenvolvimento sustentável angolano.

 

Para além de toda a informação relativa ao sector das energias renováveis, Angola terá agora à sua disposição, entre outros, a assistência técnica para dominar as tecnologias deste sector. É um passo decisivo para a implementação de projectos de energias renováveis no País. E para a transição para a economia verde.

 

Não é difícil perceber que Angola não deixará escapar esta oportunidade. O País tem tudo para promover a sustentabilidade de raiz, construir cidades sustentáveis ou investir em competências ligadas às renováveis.

 

Aliás, o último discurso de Estado da Nação é muito claro em relação ao desenvolvimento sustentável e forte aposta no urbanismo.

 

A oficialização da entrada de Angola na Irena vai permitir uma melhor gestão dos recursos energéticos renováveis mas, sobretudo, pode ser utilizada para melhorar o acesso à energia nas zonas rurais isoladas, a exemplo do que já acontece noutros países africanos. O resultado é a melhoria da qualidade de vida das populações, sobretudo as rurais.

 

A Irena será ainda importante na luta contra as alterações climáticas e no desenvolvimento de tecnologias que possam ajudar o País a melhorar o seu desenvolvimento sustentável.

 

É certo que este não é um processo fácil, como, aliás, Portugal sabe. Mas Angola está na hora certa para o aproveitar e acelerar a sua transição para uma economia (tendencialmente mais) verde.


| ... e mais assim! | partilhar

1 comentário:
De Produtos Naturais a 16 de Novembro de 2011 às 15:01
Angola é um pais prospero e com grandes condições meteorológicas para apostar nas energias renováveis! aproveitem bem uma vez que Portugal tem esse hipótese e mão aposta como deveria de fazê-lo!


Comentar post

Perfil
Pesquisa
 
Artigos recentes

Confiança – um longo cami...

Os projectos que derrotam...

Nutrition Awards: renovaç...

GPA Brasil: nova edição a...

Portugal, Brasil e as par...

Integração

Expansão lusófona

Economia Verde: o novo pr...

Cooperação brasileira

Dan Edelman (1920-2013)

Ligações
Arquivo

Janeiro 2015

Junho 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Categorias

todas as tags

Subscrever feeds