Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

José Manuel Costa

José Manuel Costa

PGS/PIGS: Por que não chamam a comunicação?

05.02.10, José Manuel Costa

Desta vez, nem precisei de abrir o Financial Times para ver o nome de Portugal. Infelizmente, tinha uma seta para baixo (juntamente com a Espanha e com a Grécia) e com o título “Europe fears rock markets”.

 

Hoje são PSG, mas já foram – e ainda são – os pejorativos PIGS. Não querendo entrar em questões técnicas, a verdade é que agora, como então, consegue ser aflitivo observar a ausência de uma estratégia de comunicação comum destes países.

 

Uma estratégia de comunicação que, refira-se, deverá ser internacional e comum a todos os países que, pelas piores razões, façam sistematicamente capa do FT – ou de outro jornal relevante na Europa e Estados Unidos. Quando digo estratégia internacional, como é óbvio, estou a referir-me aos PIGS.

 

É preciso injectar confiança nos investidores, consumidores e sistema financeiro. Há uma semana apresentei aqui os principais dados do Trust Barometer 2010, da Edelman, cujas conclusões quase pareceram premonitórias.

 

Confiança precisa-se – e somos nós, as agências de Public Relations, que temos de liderar este processo. Já o disse aqui e volto a referir. E, mais que nunca, essa confiança é precisa. E rápido, antes que seja tarde demais.